terça-feira, 29 de abril de 2008

O QUE DIZER SOBRE O AMOR

Onde encotrar palavras para expressar o indecifrável?
Que sentimentos demonstrar ao inexplicável?
Como proceder, sem direito saber
Ou ao menos entender
Esse sentimento que nos abala
E nos transporta a uma nova realidade
Quem poderá explicar?
Qual ciência será capaz de desvendar?
Os mistérios do mais puro e verdadeiro amor...





"Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine.


E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.


E ainda que distribuísse todos os meus bens para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.


O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece,


não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal;


não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade;


tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.


O amor jamais acaba; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;


porque, em parte conhecemos, e em parte profetizamos;


mas, quando vier o que é perfeito, então o que é em parte será aniquilado.


Quando eu era menino, pensava como menino; mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino.


Porque agora vemos como por espelho, em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, como também sou plenamente conhecido.


Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor."

1 Coríntios 13

9 comentários:

Marcos Costa Melo disse...

O amor é a união entre a paixão e a amizade. Banal, mas acho que é por aí.

abs

O Fênix disse...

opa, dificil dizer
so sentindo pra descobrir

http://terradafenix.blogspot.com/

FALSA REALIDADE disse...

é verdade

Anderson Cruz disse...

Nossa...

Sempre quis fazer um post sobre o amor,mas quem sou eu.
Muito bom,realmnete é indefinível.

Abraço.

Euzer Lopes disse...

Disseram que se conseguirem definir o que é o amor, muito da graça da vida se perderá.
Pode ser...
Eu queria era descobrir a cura para algumas dores d(a falta d)o amor.

Maiara Maria disse...

Ler Alberto Caeiro e Clarice Lispector seria uma atitude "altruísta" do seu corpo para o seu espírito.

Se é que você ainda não executou tal atividade.

Maiara Maria disse...

Certa vez, Érico disse:

"O amor que ainda não se definiu é como uma melodia do desenho incerto. Deixa o coração um tempo alegre e perturbado e tem o encanto fugidio e misterioso de uma música ao longe..."

Na época em que li, achei um comentário de bom gosto.

Pk disse...

corinthians?

luiz scalercio disse...

o amor e uma felisidade que faz a uniao de duas pessoas viver bem com
coraçao arberto .